Novidades Raffinato Fique por dentro!

Novidades Raffinato Fique por dentro! Notícias

Postado em 14 de Junho de 2018 às 09h49

Cliente Raffinato é eleito o melhor Buteco do RJ

Notícias (6)

Parabenizamos o cliente Raffinato, Buteco do Portuga, pelo 1º lugar no Concurso Comida di Buteco, no Rio de Janeiro.
O prato vencedor foi o "Marmita do Cabral" feito com lascas de bacalhau com batata e cenoura cozidas no requeijão e no azeite.
O concurso estadual aconteceu de 13/04 a 13/05, onde o júri e o público puderam experimentar e avaliar os 4 requisitos: petiscos, higiene, atendimento e temperatura da bebida. As categorias receberam uma nota de 1 a 10, sendo que o peso do júri e do público é de 50% cada.
Agora o concurso segue a nível nacional e, no mês de julho, um júri extra visitará todos os botecos estaduais vencedores para escolher o melhor boteco do Brasil em 2018.

Concurso Comida di Boteco
Esse é o maior concurso de cozinha de raiz do Brasil, e tem como principal objetivo resgatar os botecos autênticos, que transformam vidas através da culinária raiz como uma extensão de casa. Os botecos participantes são selecionados com um ano de antecedência pela organização do concurso.

Saiba mais:
http://www.comidadibuteco.com.br/rio-de-janeiro/


Postado em 12 de Junho de 2017 às 16h33

Bares e restaurantes: um setor em expansão

Notícias (6)

Alimentação fora de casa é um ramo que cresce a cada ano, mas requer planejamento adequado.

 

O setor

Com expansão anual em torno de 10%, o setor de alimentação fora de casa – ou de bares e restaurantes, como é chamado pelos comerciantes do ramo – gera cerca de 450 mil novas oportunidades de emprego por ano, segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). A maioria das vagas são para garçons – 250 mil novos empregos anuais.

O garçom é a principal demanda de profissional por parte dos proprietários de bares e restaurantes. É uma função que não exige experiência prévia, não restringe por idade e pode ser exercida por todas as classes sociais, sem qualquer tipo de diferenciação. Os pontos negativos são a falta de profissionais para as vagas oferecidas e a alta rotatividade, que impede a qualificação.

Trabalhar no ramo de alimentação fora de casa parece ser simples, mas, na prática, é complexo e exige uma busca constante pela qualidade dos serviços oferecidos e amplo conhecimento do setor. Além disso, é necessário um planejamento adequado, desde o investimento inicial até o cumprimento das regras estabelecidas por órgãos municipais e federais.

Essa complexidade acaba resultando em um índice de mortalidade elevado entre os empreendimentos: 35% dos bares e restaurantes fecham as portas em dois anos, segundo dados da Abrasel.

Plano de negócio

Em qualquer ramo de atividade, quanto maior a pesquisa menor é o risco. Para bares e restaurantes, a orientação não é diferente. O presidente do Conselho de Administração Nacional da Abrasel, Célio Salles, recomenda que todo empresário faça, antes de iniciar a montagem de seu estabelecimento, um plano de negócio. Nesse planejamento, é preciso que existam os seguintes elementos:

• Identificação da oportunidade de negócio.
• Quantificação da clientela.
• Estimativa de faturamento.
• Investimento necessário.
• Custo operacional.

A conta é simples. O empreendedor deve avaliar o potencial/rentabilidade do negócio versus o retorno de investimento. Além de colocar no papel o que é necessário para montar seu negócio, o empresário também precisa realizar pesquisa sobre o potencial do empreendimento, saber qual é a estrutura necessária e conhecer o potencial de vendas do seu produto/serviço.


Fonte: Sebrae


Postado em 24 de Março de 2017 às 11h16

EMPRESÁRIO DESTAQUE EM TECNOLOGIA DEATEC – 2016

Notícias (6)

Na noite da última quinta-feira (22), a Associação Polo Tecnológico do Oeste Catarinense (Deatec) realizou mais uma edição do prêmio Empresário Destaque em Tecnologia. Na oportunidade, lideranças, empresários, profissionais da imprensa e convidados estiveram presentes no Clube Recreativo Chapecoense (CRC) para o evento.

O objetivo da premiação é reconhecer a capacidade de inovação e a conduta empresarial, além de elevar o desenvolvimento e a representatividade da classe na região. Neste ano, Márcio Muxfeldt – Diretor-Administrativo da Raffinato Softwares – foi eleito Empresário Destaque em Tecnologia 2016, pelo seu perfil empreendedor, ética profissional e associativismo.

“Agradeço, neste momento tão importante, as pessoas que possibilitaram chegarmos até aqui. Nossa equipe, nossos parceiros de mercado, nossas revendas e, em especial, nossos clientes que confiam no trabalho que a Raffinato realiza, visando ao sucesso de cada um deles. Este prêmio materializa os valores do associativismo que permite que cresçamos juntos em busca de reconhecimento para o setor tecnológico. Muito obrigado!”


Postado em 10 de Outubro de 2016 às 10h19

Restaurantes se automatizam pois geração atual não quer lidar com pessoas

Notícias (6)

Quase um terço das pessoas entre 18 e 24 anos preferem pedir comida no drive-thru porque eles “não se sentem confortáveis em lidar com pessoas” – isso está trazendo a automação

Os millennials não são muito chegados a interagirem com outras pessoas no dia-a-dia. Quase um terço das pessoas entre 18 e 24 anos preferem pedir comida no drive-thru porque eles “não se sentem confortáveis em lidar com pessoas”, de acordo com uma pesquisa feita pela Frisch’s Restaurants.

Essa é uma péssima notícia para os funcionários de companhias de fast-food – a automação está chegando. Esses dados só incentivam às redes de restaurantes a automatizarem seus serviços, que permitam que clientes comprem sua comida sem a interação humana.

Muitas dessas redes de fast-food, como o McDonald’s, já estão investindo pesadamente na automação, com quiosques de autoatendimento espalhados em diversos estabelecimentos, principalmente nos países desenvolvidos.

A tecnologia, à princípio, veio para ajudar na velocidade e precisão do serviço ao cliente. Mas agora começa a realmente ameaçar o trabalho humano nessas redes, especialmente porque custa caro manter funcionários, em relação a um quiosque de autoatendimento.

Não é algo exclusivo deste setor: na rede Cinemark de cinemas, por exemplo, é comum ver filas maiores para os quiosques de auto-atendimento do que dos vendedores de ingressos. É uma mecanização que chegou de vez para ficar.

Fonte: Start Se


Simples Nacional – Câmara aprova novo limite e prazo maior para parcelamento dos débitos10/10/16 Câmara amplia limite de receita para empresas participarem do Supersimples – Texto segue para sanção presidencial O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (4), por 380 votos favoráveis e nenhum contrário, o substitutivo do Senado ao Projeto de Lei Complementar 25/07, que aumenta o limite máximo de receita bruta para pequenas......
Como está a relação com seus fornecedores?06/10/16 Cliente chegando, cliente saindo, segunda a segunda, é muito comum a rotina de um empreendimento na área de alimentação ser algo complexo e extremamente intenso. Esta situação nos principais casos é um convite......